Sweeney Todd – O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet

Tendo estreado nos cinemas no fim do ano passado, Sweeney Todd é mais um filme de Tim Burton com seus atores preferidos, Johnny Depp e Helena Bonham Carter, só não repetindo outra figura cativa em suas películas, Danny Elfman, responsável por quase todas as trilhas sonoras de seus filmes, porque como a produção é uma adaptação do musical homônimo da Broadway, de autoria de Stephen Sondheim, a música, obviamente, teve que ser a da peça teatral.

Saindo agora em DVD para venda, o filme tem tudo que os fãs de Tim Burton esperam: cenários góticos, personagens estranhas e muito, mas muito humor negro.

Com atuações inspiradas, embora falar do talento de Johnny Depp seja um tanto quanto redundante e os comentários de que ele repetiu os trejeitos de Jack Sparrow são completamente infundados, a esposa de Tim Burton é quem se destaca, pois se sai incrivelmente bem na pele de Miss Lovett, que segundo ela própria diz, foi um papéis mais difíceis de conseguir em sua carreira, já que teve que participar de vários testes até ser finalmente a escolhida para o papel (pois é, não é porque ela é mulher do diretor que não tem que trabalhar duro para conseguir um papel!).

Completando o time vem Alan Rickman, o excelente, de voz inconfundível, Professor Snape, de Harry Potter e Sacha Baron Cohen (o Borat),  que não mostra nenhum talento especial, mas que também não se sai mal.

O filme é engraçado, apesar do tema dramático. Todd (Benjamim Barker), em uma cilada armada pelo juiz da cidade (Alan) é preso e assim, perde sua querida e perfeita esposa e filha. Ao retornar à Londres, querendo vingança, encontra a Sra. Lovett, por ele apaixonada há tempos, que se dispõe, prontamente a ajudá-lo e a encobrir seu desejo de vingança e como seus negócios não vão nada bem (ela é dona de uma casa de tortas), a idéia de matar os frequentadores da barbearia e transformá-los em tortas logo surge, em uma cena pra lá de engraçada, quando pensam quem na cidade seria mais apetitoso!

A única questão nesta produção talvez seja a música, nem todo mundo gosta de musicais (com razão) e como já foi bastante comentado quando de seu lançamento, tirando Moulin Rouge, que trouxe grandes adaptações de sucessos do pop, não existe muita paciência por parte do telespecatdor para esse tipo de filme. De qualquer forma, o filme é bom e vale ser visto, principalmente para quem não perde os filmes de Johnny Depp ou Tim Burton (ou os dois), que diga-se, nos trouxe um filme primoroso no que se refere a produção e direção e não querendo enganar você leitor, a cantoria, realmente, em alguns momentos irrita, mas o filme não é cantado o tempo todo e ao final, o saldo positivo encobre esse senão.

Ganhador de 2 Globo de Ouro – Melhor Filme em Musical ou Comédia e Melhor Ator em Musical ou Comédia e 1 Oscar por Melhor Direção de Arte.

Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet
Sweeney Todd: The Demon Barber of Fleet Street
EUA, 2007 – 116 min
Suspense / Musical
Direção: Tim Burton
Roteiro: John Logan, Christopher Bond, Hugh Wheeler, Stephen Sondheim
Elenco: Johnny Depp, Helena Bonham Carter, Jamie Campbell Bower, Alan Rickman, Timothy Spall, Sacha Baron Cohen, Jayne Wisene

Onde comprar:

no Submarino

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.