Cruelty Free, Veganismo, Upcycling – Você Ainda Consome Como Antes?

Cruelty Free, Veganismo, Upcycling - Você Ainda Consome Como Antes?

Você consome hoje como consumia há 5 anos? Digo 5 anos mas pode ser menos, como 3 ou 2. Até bem pouco tempo o consumo desenfreado era parte de nosso dia a dia mas de lá para cá muita coisa vem mudando, certo?

Como Eu Comprava no Passado:

a pergunta acima tem como base eu mesma, que já passei por todas as fases de consumo: comprava como uma louca, como se o mundo fosse acabar e eu precisasse de todas as roupas e sapatos que existissem. Depois, é claro que fali e passei a comprar apenas o que o dinheiro vivo podia pagar, nada mais de parcelas e mais parcelas no cartão de crédito.

Com alguns bons anos de vivência sendo colocados na conta da vida, passei a consumir de um jeito mais inteligente, apenas levando para casa aquilo que eu sabia, com certeza, que eu iria usar, que combinaria com muitas outras peças que eu já tivesse no guarda-roupas e que tivesse um preço justo. Foi o auge das minhas compras em outlets (o que também coincidiu com os anos em que trabalhei como produtora da revista do Outlet Premium SP), tenho coisas incríveis que adquiri por lá, que me atendem de ocasiões comuns até festas mais bacaninhas, ou seja, foram gastos que valeram à pena, mas que já lotaram minhas gavetas por décadas (rsrsrs).

Cruelty Free, Veganismo, Upcycling - Você Ainda Consome Como Antes?

Crise Econômica:

passados 4 anos do meu último trabalho para aquele shopping temos agora um novo cenário no Brasil, a crise econômica em que mergulhamos e que parece não ter uma data certa para acabar. Não há como negar que isso impactou absolutamente tudo em nossas vidas.

Da troca da TV a cabo (com suas mil reprises) pelo streaming do Netflix e Amazon, à compra cada vez menos frequente de roupas e acessórios, hoje abro minhas gavetas e só penso em adicionar algo se for para substituir uma peça que esteja já meio velhinha. Primeiro porque como curto um estilo básico tenho praticamente tudo que preciso para ser feliz e me vestir com dignidade, segundo porque fico meio indignada com peças de roupas custando pequenas fortunas como temos visto nas lojas e quando penso na quantidade de coisas que poderia fazer com R$500,00 (!)  que é o preço de um casaco na Zara por exemplo, acabo ou comprando na liquidação ou nem comprando porque lá vem o pensamento, para quê mais um casaco no armário, não é mesmo?

Cruelty Free, Veganismo, Upcycling - Você Ainda Consome Como Antes?

Até a vontade de voltar a ser ruiva teve a questão econômica levada muito à sério, afinal um tubo de tintura no mês (que eu mesma aplico) me custa muito menos que retoques e retoques de mechas no salão.

Uma Nova Consciência:

enfim, novos tempos, menos grana sobrando somados à essa nova consciência que parece vir tomando conta de todo mundo de que o mundo, obviamente, não aguentará tanto consumo, tanto lixo gerado, tanta roupa e maquiagem encostada em um canto. Aliás, nem penso em adicionar uma nova paleta de sombras às muitas que já tenho pois simplesmente não tenho olhos o suficiente para usar tudo, assim, novamente, para quê uma nova?

Cruelty Free, Veganismo, Upcycling - Você Ainda Consome Como Antes?

Alimentação Saudável – Uma Dificuldade Para Mim:

falando de alimentação, confesso que sou uma pessoa difícil com alimentação e vegetarianismo para mim seria como assinar a minha sentença de morte, afinal tenho um certo problema de paladar com alguns vegetais e frutas, cresci mantendo a maior distância possível deles. De qualquer forma, consumo o mínimo de carne que posso, não sou amiga de churrascarias e se conseguisse, me tornaria vegetariana hoje mesmo. Dito isso, só posso confessar que não tenho nada além de muita admiração pelos vegetarianos e veganos que estão aí tentando fazer a diferença nesse mundo.

Cruelty Free:

quanto à causa animal, esta sempre foi muito cara à mim, já que desde muito pequena convivi com todo tipo de bicho (passava todas as minhas férias escolares na fazenda dos meus avós), acredito muito em sua dor e que são dignos de todo nosso amor e respeito. Então para quê sujeitá-los a sofrimento em testes desnecessários da indústria cosmética? A cada marca que anuncia a tão esperada mudança na maneira de conduzir seus testes, sinto que talvez a humanidade ainda tenha jeito! E quanto mais exigirmos esse tipo de ética das grandes companhias mais teremos mudanças na forma como as coisas são feitas, afinal nós somos o consumidor e não importa se vamos comprar apenas um desodorante ou uma caixa deles, o que importa é que essa compra seja consciente e que exija tudo que as marcas podem fazer para proteger o meio ambiente na produção de seus bens.

Cruelty Free, Veganismo, Upcycling - Você Ainda Consome Como Antes?

Upcycling:

por fim, você já pensou em ganhar desconto para comprar um novo produto apenas levando o seu antiguinho no momento da compra? Pois isso é o que já vem acontecendo em diversas marcas que pegarão esta peça antiga e a renovarão de alguma forma, tornando-a útil novamente. É o tal do upcycling, uma forma bacana de ter produtos exclusivos a partir de algo que estava sem uso e que agora volta ao mercado repaginada, com muito menos custo para o planeta.

Concluindo:

Sei que parece um pouco enlouquecedor ser tão atencioso com tantos aspectos diferentes do dia a dia mas são pequenas coisas que, ao final, mudarão nossas vidas. Daqui um tempo tudo isso estará incorporado no nosso cotidiano e nem precisaremos pensar se devemos levar o açúcar refinado ou o demerara para nossas receitas.

E você? Já parou para pensar no quanto vem mudando sua vida nos últimos tempos? Conte aqui nos comentários ou lá nas minhas redes sociais.

 

Para mais conteúdo me sigam também nas redes sociais:
Barbara Duarte — Facebook — Instagram — Pinterest
Bazar Pop — Facebook  — Twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.