Utilizando um Cartão Pré-Pago para Compras Internacionais

Mesmo quem não é de viajar muito já deve ter ouvido falar no tal cartão pré-pago. Ele é perfeito para quem não quer levar dinheiro vivo em uma viagem ou também para quem não quer contar apenas com o cartão de crédito internacional comum, que pode te dar aquele susto quando você retornar e a fatura chegar.

Além desta vantagem, que já é bem interessante, este tipo de cartão não possui anuidade e a alíquota do IOF (imposto cobrado sobre operações financeiras internacionais) é bem menor que a do cartão de crédito, sendo de 0,38%, enquanto a do cartão comum fica em 6,38%, é uma diferença grande demais para não ser levada em consideração, imagine você pagando esse imposto em todas as compras que fizer em sua viagem, do cafezinho ao sonhado gadget que você tanto quer. Outra diferença é que ela só incide no momento do carregamento da moeda estrangeira e não em seu uso.

É claro que o pré-pago também tem suas tarifas, embora muito menores, como por exemplo, a cobrança de uma tarifa pela emissão do cartão e taxas de recarga, o que em muitos casos, ainda pode valer bem mais à pena que o cartão comum, de crédito. Com este cartão é permitido saques em caixas eletrônicos e agências bancárias que aceitem a bandeira do seu cartão e podem ser feitos na moeda local, o que nem sempre acontece com o cartão de crédito internacional. O pré-pago é o único que não cobra juros por esta função.

Outra diferença entre os dois tipos de cartão está na forma de pagamento. Quem opta por utilizar o cartão de crédito internacional tem o valor de sua compra registrado na sua próxima fatura e com o valor já convertido em Reais. Quem decide pelo cartão pré-pago faz o seu carregamento antes de utilizá-lo e na moeda escolhida na contratação do serviço (dólar, euro, libra, etc), isso faz com que quem use o cartão de crédito fique à mercê da taxa cambial do dia do fechamento da fatura, que pode ser mais alta que a do dia da compra.

Pesquisando um dia desses sobre como tirar um cartão pré-pago para mim, encontrei tantos produtos que fiquei até meio confusa sobre qual escolher, porém um cartão me chamou atenção já que facilita demais a vida, é o Meo, um cartão que não exige que seu portador tenha conta em banco ou qualquer outro grande requisito. Achei perfeito para comprinhas pela internet, para viagens e até para quem tem filhos adolescentes e quer dar um cartão destes para que o filho receba sua mesada. Sua bandeira é Mastercard, ou seja, aceita no mundo todo, suas tarifas são bem razoáveis (não achei nenhuma exorbitância, muito mais dignas que as que meu banco cobra para simples manutenção das minhas contas de pessoa física e jurídica) e claro, internacional, aceito no mundo todo.

A forma de carregamento dele é muito simples (ele é um cartão bem simples): basta preencher um boleto com o valor que você quer recarregar e levar à um banco ou pagar pelo Internet Banking e pronto. Sem burocracia, sem frescura. Seu site conta com todas as formas de contato com a administradora do cartão e você pode acessar seu saldo também pela internet ou SMS. Eu acabei de pedir o meu e assim que começar a usar volto aqui para contar como estará sendo a experiência com um cartão desses, já que ainda não possuo nenhum deste tipo.

De qualquer forma, o importante é que você se lembre, antes de se decidir por qual cartão pré-pago, quais as tarifas e exigências de cada banco e qual deles combina mais com você!

Mais informações:
http://www.brasil.gov.br/sobre/turismo/transacoes-comerciais
www.meocartao.com.br 

2 Comments

Add Yours

Deixe uma resposta